Maradona diz a Maduro para 'nunca desistir'

Caracas, 8 Nov 2017 (AFP) - O ex-jogador argentino Diego Maradona disse nesta terça-feira ao presidente venezuelano, Nicolás Maduro, para não "desistir nunca" diante de seus adversários, e se declarou um "soldado" do chavismo, durante uma partida de futebol em Caracas.

"Não desista. No futebol você pode estar perdendo por 3 a 0 mas não se entrega. Você precisa jogar pelos venezuelanos. Viva Maduro!" - exclamou Maradona após tocar bola com o líder venezuelano.

No campo de futebol do complexo militar de Forte Tiuna, o ex-capitão da Argentina revelou ter visto um "Nicolás forte" durante sua visita de dois dias à Venezuela.

"Estamos firmes, somos soldados de Nicolás (...) Venho para dar meu apoio com minha família", declarou Maradona diante de um emocionado presidente.

Maradona felicitou Maduro por "ter resistido a um montão de embates com a oposição", após meses de protestos que deixaram 125 mortos entre abril e julho passados.

O presidente agradeceu Maradona e o presenteou com uma camisa da seleção venezuelana e uma foto do jogador com o finado presidente Hugo Chávez.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos