Promotoria de NY dá mais um passo para denunciar Weinstein

Nova York, 7 Nov 2017 (AFP) - O promotor de Manhattan está preparando um caso penal contra o famoso produtor de Hollywood Harvey Weinstein, que deve ser denunciado, informaram o canal NBC e o jornal New York Post nesta terça-feira.

A denúncia poderá acontecer a partir da próxima semana, informaram os meios de comunicação.

No Direito Penal americano, a figura do "grande júri" às vezes é utilizada para grandes temas: a Promotoria reúne um júri que examina a evidência e determina se é suficiente para provocar um julgamento.

A notícia chega depois de a Polícia anunciar ter indícios críveis de estupro contra Weinstein e que está juntando provas para decretar uma ordem de prisão.

Paz de la Huerta, uma atriz de 33 anos, acusou Weinstein na quinta-feira de tê-la estuprado por duas vezes no fim de 2010, em declarações à revista Vanity Fair.

O chefe dos detetives da Polícia de Nova York, Robert Boyce, disse na sexta-feira que De la Huerta "apresentou uma narrativa detalhada e crível".

"Temos um caso real aqui (...). Weinstein está fora do estado, precisaríamos de uma ordem de prisão. Agora estamos juntando nossas evidências", disse Boyce a jornalistas.

As acusações da atriz são, pelo menos, o terceiro caso contra Weinstein investigado pela Polícia de Nova York nos últimos anos, e pode haver outros.

A Promotoria de Manhattan, que trabalha estritamente neste tema com a Polícia, designou um promotor especial de crimes sexuais para acompanhar o caso Weinstein.

tu-jm/lbc/ll/cb

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos