Moscou anuncia encontro entre Trump e Putin mas Washington não confirma

Moscou, 9 Nov 2017 (AFP) - Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e Estados Unidos, Donald Trump, se reunirão na sexta-feira no Vietnã, informou o Kremlin, ao mesmo tempo que a diplomacia americana se mostrou menos categórica.

"Será no dia 10 de novembro", afirmou o conselheiro do Kremlin, Yuri Ushakov, citado pela agência oficial TASS, antes de informar que o horário do encontro "está sendo discutido".

Os dois presidentes, que já se reuniram uma vez, em julho, à margem do encontro de cúpula do G20 em Hamburgo, Alemanha, participarão a partir de sexta-feira na reunião do Fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico (APEC), na cidade vietnamita de Danang.

Questionado em Pequim, onde acompanha a visita do presidente Trump, o secretário de Estado americano Rex Tillerson afirmou que o encontro não estava decidido.

"Nunca houve um acordo para uma reunião bilateral oficial", afirmou.

"Continuamos nossas conversações (...) A questão é saber se temos substância suficiente", completou, em referência especialmente às negociações em curso sobre a Síria e a Ucrânia.

Durante um encontro com os jornalistas a bordo do Air Force One no domingo, Trump havia mencionado claramente a reunião com o presidente russo.

"Acredito que está previsto que me reúna com Putin, sim", afirmou na ocasião. "Queremos a ajuda de Putin sobre a Coreia do Norte", completou.

Nesta quinta-feira, durante um discurso em Pequim ao lado do colega chinês Xi Jinping, Trump voltou a pedir à Rússia que aumente a pressão sobre o regime de Pyongyang para ajudar a resolver "esta situação potencialmente dramática".

mp-jca/lch/ra/acc/fp

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos