Tillerson: expurgos na Arábia Saudita geram preocupação

Danang, Vietnã, 10 Nov 2017 (AFP) - O chefe da diplomacia americana, Rex Tillerson, afirmou nesta sexta-feira que o expurgo sem precedentes realizado na Arábia Saudita em nome da luta anticorrupção gera "preocupação".

"Falei com o ministro das Relações Exteriores, Adel Al Jubeir, para pedir esclarecimentos e acho, com base nessa conversa, que a intenção é boa", declarou Tillerson no avião que o levava a Danang, no Vietnã.

"Pessoalmente, acho que isso suscita alguns motivos de preocupação enquanto não tivermos mais clareza sobre o que vai acontecer com essas pessoas", acrescentou.

Mais de 200 pessoas foram detidas na Arábia Saudita pelo expurgo anticorrupção sem precedentes que atingiu essencialmente príncipes, ministros e empresários.

Este anúncio foi feito em meio a drásticas reformas no reino ultraconservador promovidas pelo jovem príncipe herdeiro Mohamed bin Salman. Também acontece em um clima cada vez mais tenso com o Irã.

Na segunda-feira, o presidente americano Donald Trump deu seu apoio irrestrito ao rei Salman e ao príncipe herdeiro por meio de um tuíte. "Alguns daqueles que são tratados com dureza 'sangram' seu país há anos!", escreveu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos