Funcionário de aeroporto americano é acusado de posse de bomba artesanal

Washington, 11 Nov 2017 (AFP) - A polícia da Carolina do Norte, sudeste dos Estados Unidos, prendeu e acusou um funcionário do aeroporto e um segundo homem de posse de bomba artesanal.

Paul George Dandon, 30, funcionário da Administração Federal de Aviação (FAA) no Aeroporto Internacional Douglas Charlotte, tinha em seu poder a bomba, fabricada por Derrick Fells, 39.

Após a sua prisão, ocorrida ontem por meio de uma denúncia anônima ao número de emergências 911, Fells admitiu ter fabricado a bomba.

Ele disse à polícia de Charlotte que havia tentado usar a bomba contra um vizinho com quem tinha brigado, mas que mudou de ideia e entregou o artefato a Dandon.

Segundo a polícia, o trabalho de Dandon no terminal só lhe dava acesso a um local fora da torre de controle, e que estava impedido de entrar em áreas restritas do terminal aéreo ou em algum avião.

A FAA informou em um comunicado que Dandon não poderia mais ter acesso a suas instalações, e que ele havia cooperado com as autoridades, incluindo agentes do FBI. O funcionário foi acusado de posse de arma de destruição em massa, entre outras acusações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos