Negociação entre governo venezuelano e oposição em suspenso

Caracas, 11 Nov 2017 (AFP) - A oposição deixou em suspenso uma reunião com o governo de Nicolás Maduro para retomar as negociações sobre a crise na Venezuela prevista para a próxima quarta-feira na República Dominicana, ao alegar que este último não aprovou os facilitadores internacionais acertados.

"O governo não aprovou a presença dos chanceleres de México, Chile, Paraguai, Bolívia e Nicarágua, que acompanharão o processo de negociação para a saída da crise política, econômica e institucional", cita um comunicado da aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) divulgado neste sábado.

"Recebemos com preocupação que os representantes do governo, não tenham confirmado sua presença na reunião até o momento pelo acompanhamento dos chanceleres", diz o texto.

Delegados do governo e da oposição haviam anunciado na última quinta-feira o encontro em Santo Domingo.

Segundo o deputado e negociador da oposição Luis Florido, Chile, México e Paraguai foram escolhidos pela MUD como facilitadores nas conversas, e Bolívia e Nicarágua foram escolhidas pelo governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos