Chile e UE negociam modernização de acordo comercial esta semana

Bruxelas, 13 Nov 2017 (AFP) - A União Europeia e o Chile começarão a negociar a modernização do marco diplomático vigente entre ambos desde 2003, que inclui um acordo comercial, a partir de 16 de novembro em Bruxelas, anunciaram nesta segunda-feira (13) instituições europeias.

"O Chile é nosso parceiro comercial mais antigo na América Latina e um aliado-chave para nós", indicou em um comunicado a comissária europeia de Comércio, Cecilia Malmströn, que destacou que a nova negociação incluirá, pela primeira vez para a UE, "objetivos comuns sobre o papel-chave das mulheres no comércio".

O Conselho da UE, instituição que agrupa os 28 países do bloco, aprovou nesta manhã o mandato para modernizar esse acordo de associação, cuja negociação cabe à Comissão. A segunda rodada está prevista para o começo de 2018, segundo o Executivo comunitário.

Em 2016, o intercâmbio de bens entre a UE e o Chile chegou a quase 16 bilhões de euros (cerca de 18,6 bilhões de dólares), segundo dados da Comissão Europeia.

A UE, segundo parceiro comercial do Chile, depois da China, importou 7,367 milhões de euros em bens - sobretudo frutas, cobre e vinho.

O Chile, 36º parceiro comercial da UE, importou pouco mais de 8,5 bilhões de euros em bens europeus, especialmente maquinário e equipamentos de transporte, bem como produtos industrializados e químicos.

Sobre o investimento estrangeiro direto (IED), a UE é o principal investidor com entre "42% e 46% de IED neste país latino-americano", segundo a Comissão.

De acordo com o Conselho da UE, o futuro acordo permitirá "preencher vazios" do pacto anterior, como em disposições específicas "sobre investimentos, barreiras alfandegárias, direitos de propriedade intelectual e algumas indicações geográficas e contribuições ao desenvolvimento sustentável".

"Ao longo das negociações, a UE vai tratar de garantir os níveis mais altos de proteção social, trabalhista e ambiental e promover a justiça social e o desenvolvimento sustentável", afirmou o Conselho sobre o acordo, que também inclui questões de política e de segurança.

O bloco europeu lançou negociações de modernização de seu acordo comercial com o México - que devem ser concluídas até o fim do ano - e do acordo de associação que quer fechar com o Mercosul desde 1999.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos