UE adota sanções contra a Venezuela para "favorecer" diálogo

Bruxelas, 13 Nov 2017 (AFP) - Os chanceleres da União Europeia (UE) adotaram nesta segunda-feira uma série de medidas, incluindo um embargo de armas e um marco jurídico sobre futuras sanções contra "responsáveis por graves violações dos direitos humanos", com o objetivo de "favorecer" o diálogo na Venezuela.

As sanções foram aprovadas poucos minutos depois do início da reunião de chanceleres em Bruxelas, indicou uma fonte europeia.

"Tudo o que fazemos está orientado a incentivar a celebração do diálogo entre governo e oposição", afirmou o espanhol Alfonso Dastis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos