Justiça autoriza Escócia a fixar preço mínimo para o whisky

Londres, 15 Nov 2017 (AFP) - A máxima instância judicial do Reino Unido autorizou nesta quarta-feira (15) a Escócia a fixar um preço mínimo para as bebidas alcoólicas, entre elas o emblemático whisky, para lutar contra o alcoolismo.

O Supremo Tribunal do Reino Unido rejeitou o recurso da Scottish Whisky Association (SWA), que representa os interesses da indústria do setor, apoiada pela SpiritsEUROPE e pelo Comitê Europeu das Companhias do Vinho (CEEV).

"Estou satisfeita que o Supremo Tribunal tenha confirmado a fixação de um preço mínimo. Foi um longo caminho, e não há dúvida de que continuará a gerar críticas, mas é um passo ousado e necessário para melhorar a saúde pública", escreveu no Twitter Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia.

Em 2016, foram contabilizadas 1.265 mortes relacionadas ao consumo de álcool na Escócia, onde vivem 5,3 milhões de pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos