TOPSHOTS Depósito de ajuda humanitária bombardeado em zona rebelde da Síria

Douma, Síria, 15 Nov 2017 (AFP) - Um depósito onde estavam armazenados alimentos de um comboio de ajuda humanitária em uma região rebelde da Síria foi bombardeado nesta quarta-feira (15), indicou um responsável local, três dias após a chegada dos suprimentos na zona abalada por uma grave crise humanitária.

No domingo, tinham chegado a Duma alimentos e medicamentos para 21.500 pessoas necessitadas, pela primeira vez em três meses, segundo o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICR). Duma é a cidade mais importante de Ghuta oriental, zona rebelde sitiada a leste de Damasco.

Desde então, as organizações humanitárias tinham distribuídos dois terços da ajuda, mas precisaram interromper as operações devido aos violentos combates na região, indicou à AFP o vice-prefeito do município.

"O depósito foi bombardeado com dois foguetes. Contudo, um terço da ajuda estava armazenada", afirmou Iyad Abdelaziz. "Recuperamos o que pudemos e levamos para outro lugar".

Em Duma, a AFP escutou nesta quarta-feira fortes bombardeios aéreos e disparos de foguetes. Escolas estavam fechadas pelos intensos bombardeios.

Os quase 400 mil habitantes de Ghuta oriental sofrem com a falta de alimentos e medicamentos pelo sítio imposto desde 2013 pelas forças do regime de Bashar al Assad.

A região de Ghuta é uma das quatro zonas de distensão instauradas na Síria para dar fim aos combates, mas nos últimos dias foram retomados os bombardeios do regime na região.

Segundo o CICR, entraram em Duma no domingo 24 caminhões enviados em conjunto com as Nações Unidas.

A ONU, o Programa Mundial de Alimentos (PMA) e o CICR não estavam disponíveis para comentar os bombardeios desta quarta-feira.

Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), dois civis morreram por esses bombardeios.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos