Japão pede à ONU mais um mês de investigação sobre ataques químicos na Síria

Nações Unidas, Estados Unidos, 17 Nov 2017 (AFP) - O Japão pediu nesta quinta-feira ao Conselho de Segurança das Nações Unidas que amplie por mais 30 dias a investigação liderada pelo organismo sobre os ataques químicos na Síria, segundo projeto de resolução obtido pela AFP.

A solicitação ocorre após a Rússia vetar um projeto de resolução dos Estados Unidos que pedia a ampliação, por mais um ano, do mandato do Mecanismo de Investigação Conjunto (JIM, sigla em inglês), e uma segunda proposta, apresentada por Moscou, não obter o número de votos suficientes para ser aprovada.

O projeto japonês daria mais tempo para se alcançar um acordo que permita ampliar o trabalho dos investigadores e prevê que o secretário-geral da ONU, António Guterres, apresente em 20 dias ao Conselho "propostas sobre a estrutura e a metodologia" do painel de especialistas no terreno.

O Japão pediu que o texto seja votado ainda nesta quinta-feira, mas fontes diplomáticas acreditam que o Conselho pautará a votação para sexta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos