TOPSHOTS Trump diz que envio de missão chinesa à Coreia do Norte é 'grande gesto'

Washington, 16 Nov 2017 (AFP) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, destacou nesta quinta-feira a decisão da China de enviar um enviado especial à sua aliada Coreia do Norte, dias após ter pressionado Pequim a fazer mais para conter as ameaças nucleares de Pyongyang.

"A China está enviando um enviado e uma delegação à Coreia do Norte - Um grande gesto, veremos o que acontece", escreveu o presidente no Twitter.

O ministério das Relações Exteriores chinês anunciou na quarta-feira que o enviado especial do presidente Xi Jinping, Song Tao, viajaria para Pyongyang esta semana para informar as autoridades sobre o último congresso do Partido Comunista Chinês (PCC), realizado em outubro, e outras "questões de interesse comum".

O porta-voz do ministério, Geng Shuang, não disse se a questão nuclear seria discutida, mas assegurou que a China está "comprometida com a desnuclearização da península, e resolver a questão através do diálogo".

Trump pediu que a região adote uma posição comum contra as ameaças da Coreia do Norte, que desencadeou o alarme global por seus testes de mísseis e nucleares nos últimos meses.

Pequim aprovou e aplicou vários pacotes de sanções internacionais adotados pelo Conselho de Segurança da ONU e que afetaram, principalmente, suas compras de carvão e minerais norte-coreanos.

Song será o primeiro enviado chinês a fazer uma viagem oficial à Coreia do Norte desde outubro de 2016, quando o vice-ministro das Relações Exteriores Liu Zhenmin visitou o país.

Xi nunca se encontrou com o líder norte-coreano Kim Jong-Un.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos