Ex-ministro Luiz Marinho é acusado de fraude em obra do Museu do Trabalhador

São Paulo, 17 Nov 2017 (AFP) - O Ministério Público Federal denunciou o sindicalista e ex-ministro do Trabalho e Emprego Luiz Marinho (PT-SP) por supostas fraudes em obras do Museu do Trabalho e do Trabalhador, conhecido como "Museu do Lula", em São Bernardo do Campo, segundo decisão divulgada nesta sexta-feira (17).

Marinho e outras quinze pessoas terão que responder às acusações de fraude em licitações, desvio de recursos públicos e superfaturamento, determinou o MPF de São Bernardo do Campo.

As obras do Museu do Trabalho e do Trabalhador foram interrompidas depois que a Justiça formulou, em julho passado, uma primeira denúncia contra Marinho por suposto superfaturamento de 7,9 milhões de reais.

A construção fica em São Bernardo do Campo, reduto histórico do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), no ABC paulista.

"Todas as referidas etapas [da construção] contêm indícios de fraude e ilegalidades", diz a ata da decisão judicial, assinada pelo juiz Marcio Martins de Oliveira.

Segundo a denúncia do MPF, um grupo de pessoas se associou "de forma organizada e permanente para a prática de delitos diversos contra a Administração Pública (federal e municipal), ao longo do processo de construção do Museu do Trabalho e do Trabalhador, obra pública realizada com verbas municipais e federais, todas visando a obtenção de ganhos ilícitos com dinheiro público".

Segundo o texto, Marinho, que foi prefeito de São Bernardo do Campo (2009-2016) na época do início da obra, teria se associado de forma ilegal com representantes de duas construtoras beneficiadas com "licitações e contratos milionários para a execução de obras públicas em troca de financiamento de campanha política para a reeleição".

A obra deveria servir para abrigar exposições sobre a história sindical deste reduto do movimento operário.

Marinho foi ministro do Trabalho e titular da Previdência Social no primeiro mandato de Lula.

pr/rs/js/spc/mvv

PETROBRAS - PETROLEO BRASILEIRO

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos