Governador de Ancara proíbe iniciativas culturais LGTBI

Istambul, 19 Nov 2017 (AFP) - As autoridades turcas anunciaram neste domingo (19) a proibição "até nova ordem" das iniciativas culturais da comunidade LGBTI (lésbicas, gays, transexuais, bissexuais e intersexuais) em cinemas e espaços de exposição da província de Ancara, por considerar que atentam contra a ordem pública.

"Desde (sábado) 18 de novembro e até nova ordem, todos os eventos cinematográficos, teatrais, projeções, pesquisas, colóquios, entre outros, organizados pelas comunidades LGBTI (...) estão proibidos", indicou o governo de Ancara em sua página na internet.

A proibição busca "manter a ordem pública", argumenta o governo em comunicado, considerando que essas manifestações podem "provocar reações em certos setores" da sociedade.

Essa semana, as autoridades da capital turca já tinham proibido um festival de cinema LGBTI por considerar que podia "incitar ao ódio", o que os organizadores denunciaram como uma violação de seus "direitos constitucionais".

Ainda que a homossexualidade não seja considerada um crime na Turquia, a homofobia é muito presente e se manifesta por meio de agressões e assassinatos, segundo as organizações não-governamentais.

gkg/sba/jvb/pc/bn/

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos