Arábia Saudita diz ter sido alvo de ciberataque 'avançado'

Riade, 20 Nov 2017 (AFP) - As autoridades sauditas disseram nesta segunda-feira que detectaram um ciberataque "avançado" contra o reino, no que seria uma nova tentativa de hackers de perturbar os computadores do governo.

O Centro Nacional de Cibersegurança (NCSC) saudita disse que o ataque recorreu ao programa "Powershell", mas não fez comentários sobre a origem nem sobre os órgãos do governo afetados.

"O NCSC detectou uma nova ameaça persistente avançada dirigida contra a Arábia Saudita", disse a agência em um comunicado, no qual acrescentou que o ataque buscava se infiltrar nos computadores através de técnicas de "phishing".

A Arábia Saudita foi alvo de vários ciberataques, entre eles com o malware "Shamoon", um programa agressivo de apagamento de discos, feito contra o setor energético saudita em 2012. Uma das vítimas desse ataque foi a Saudi Aramco, a maior companhia petroleira do mundo.

Agentes de inteligência americana suspeitaram, na época, que o ataque estava relacionado com o Irã, rival regional da Arábia Saudita.

abh-ac/je/sgf/db

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos