Assassino Charles Manson morre aos 83 anos

Los Angeles, 20 Nov 2017 (AFP) - O homicida americano Charles Manson, líder do grupo que assassinou a atriz Sharon Tate em 1969, morreu aos 83 anos, informaram no domingo à noite a imprensa local e a administração penitenciária da Califórnia.

Manson, um dos criminosos mais conhecidos nos Estados Unidos, estava na prisão há mais 40 anos.

Ele foi condenado à morte em 1971 ao lado de quatro de seus discípulos pelo assassinato de sete pessoas, incluindo Sharon Tate, esposa do cineasta Roman Polanski que estava grávida de oito meses e meio, em agosto de 1969.

As condenações foram comutadas para prisão perpétua.

No fim de 2014, Manson pediu autorização para casar com uma mulher de 26 anos, Afton Elaine Burton, mas ele desistiu da ideia. Em 2012, apresentou uma demanda para obter liberdade antecipada, que foi rejeitada. Ele teria que esperar até 2027 para fazer um novo pedido.

Debra Tate, irmã de Sharon, declarou ao site TMZ que recebeu um telefonema dos responsáveis pela prisão onde o criminoso estava detido anunciado que Charles Manson, doente há tempos, havia falecido durante a noite.

A morte do psicopata foi confirmada por uma fonte penitenciária.

ch-bur/cr/es/mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos