Trump emite seu primeiro perdão... a um peru

Washington, 21 Nov 2017 (AFP) - Animado pelos convidados da Casa Branca, Donald Trump perdoou uma peru chamado "Drumstick" nesta terça-feira (21), enquanto, como brincadeira, prometia não revogar o ato similar da era Obama.

Trump marcou seu primeiro Dia de Ação de Graças na Casa Branca dando continuidade a uma tradição que os historiadores acreditam remontar à época de Abraham Lincoln.

Trump já havia emitido um primeiro perdão no cargo, desculpando o polêmico xerife Joe Arpaio, que aplicou duras medidas contra os imigrantes e desafiou uma ordem judicial. Mas este foi seu primeiro perdão a uma ave.

"Oi, Drumstick", disse Trump no Rose Garden, ao lado da primeira-dama, Melania, e de seu filho Barron.

"Drumstick, acho que você vai ficar muito feliz", afirmou Trump, sem se prolongar muito na questão.

"Você está pronto, Drumstick? Drumstick, você está perdoado", completou.

Trump também continuou com a tradição das questionáveis piadas presidenciais sobre aves.

"Como muitos de vocês sabem, tenho sido muito ativo em revogar uma série de ordens executivas do meu antecessor", assinalou.

"No entanto, fui informado pelo Gabinete do Conselho da Casa Branca que os indultos de Tater e Tot (dois perus perdoados pelo ex-presidente Barack Obama no Dia de Ação de Graças de 2016) não podem ser revogados sob nenhuma circunstância", brincou.

"Então não vamos revogá-los. Tater e Tot, vocês podem ficar tranquilos", declarou Trump.

Trump não respondeu uma pergunta da imprensa sobre se pretende perdoar mais "humanos", em meio a rumores de que poderá agir para salvar assessores de campanha de acusações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos