Dez veículos carregados de armas são destruídos pelo Egito na fronteira líbia

Cairo, 22 Nov 2017 (AFP) - O exército egípcio anunciou nesta quarta-feira que destruiu dez veículos carregados de armas e munições na fronteira líbia.

"As forças aéreas provocaram um novo golpe aos contrabandistas e infiltrados", impedindo-os de introduzir clandestinamente essas armas e munições no país, comemorou o porta-voz do Exército, Tamer el-Refaï, no Facebook.

O exército visa regularmente os veículos utilizados para o contrabando de armas na fronteira oeste do Egito com a Líbia.

Na semana passada, as autoridades asseguraram que o grupo Ansar al-Islam, que reivindicou o ataque de 20 de outubro que matou 16 policiais no Egito, estava instalado na cidade líbia de Derna, considerada um reduto jihadista.

Desde a destituição do presidente egípcio islamita Mohamed Mursi em 2013, as forças de segurança enfrentam várias facções jihadistas que multiplicam os ataques.

A situação é particularmente explosiva no norte do Sinai, onde a facção egípcia do grupo Estado Islâmico (EI) continua ativa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos