PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Manifestantes pedem nova candidatura de Evo Morales na Bolívia

22/11/2017 06h41

Santa Cruz de la Sierra, Bolívia, 22 Nov 2017 (AFP) - Uma grande manifestação de simpatizantes do presidente boliviano Evo Morales pediu na terça-feira à noite ao Tribunal Constitucional da Bolívia que autorize sua candidatura a um quarto mandato (2020-2025), apesar das críticas da oposição, que consideram a possibilidade inconstitucional.

Milhares de seguidores de Morales, quase 100.000 segundo o governista Movimento Ao Socialismo (MAS), pediram ao tribunal uma decisão favorável a Morales, que governa o país há 11 anos.

O MAS aguarda uma resposta do Tribunal Constitucional (TC) a um recurso que pretende invalidar artigos da Carta Magna que impedem a reeleição imediata de Morales.

O desejo dos governistas esbarram na oposição, que considera antidemocrático insistir em uma nova candidatura do presidente, já que Morales tentou em 2016 obter a autorização para sua reeleição com um referendo popular, mas perdeu por pequena margem.

Morales, no poder desde 2006 e reeleito em duas ocasiões (2010-2015 e 2015-2020), disse que tem o direito de continuar no poder com uma reeleição, apesar do impedimento estabelecido pela Constituição que ele mesmo conseguiu aprovar em 2009 e que proíbe mais de dois mandatos presidenciais consecutivos.

Internacional