PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Veja o que será discutido nas negociações de Genebra sobre a Síria

26/11/2017 08h05

Genebra, 26 Nov 2017 (AFP) - O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, definiu a agenda da 8ª sessão de discussões que começa na terça-feira em Genebra com quatro tópicos principais.

Três desses temas estão contidos na Resolução 2254 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, adotado em 2015, e o quarto, sobre o terrorismo, foi adicionada em 2017 sob a insistência de Damasco.

Aqui estão os quatro principais pontos da agenda:

- Governo -A Resolução 2254 exige o estabelecimento de um "governo credível, inclusivo e não sectário" na Síria.

Para o Alto Comitê de Negociações (HCN), o grupo com a posição mais rígida da oposição, significa uma "transição política" com a partida do presidente sírio, Bashar al-Assad.

Uma linha vermelha que não deve ser cruzada pelos negociadores de Damasco, que se recusam a discutir o futuro do chefe de Estado.

- Nova Constituição -Segundo a ONU, esta questão será o centro do 8 round.

Especialistas das duas partes trabalham há vários meses na elaboração de um novo texto, sob os auspícios da ONU.

- Eleições supervisionadas -Em sua resolução, o Conselho de Segurança previu eleições "com o mais alto nível de transparência (...) sob a supervisão das Nações Unidas" em meados de 2017.

Este calendário foi otimista, mas as Nações Unidas não desesperam em avançar nessa questão, que também estará no cerne das conversações.

- Terrorismo -Esta questão foi imposta pelos negociadores do regime no início do ano.

O chefe da delegação de Damasco, Bashar al-Jaafari, utilizava para descrever representantes da oposição, especialmente os do HCN, a palavra "terroristas".

Para a oposição, é apenas um truque para evitar falar sobre o futuro do presidente Assad.

bs-gca/lch/mr

Internacional