EUA sugerem romper laços com Pyongyang e ameaçam destruir regime

  • Kim Hong-Ji/ Reuters

    Norte-coreanos assistem televisão com reportagem sobre novo teste de míssil

    Norte-coreanos assistem televisão com reportagem sobre novo teste de míssil

Os Estados Unidos convidaram todos os países a cortar relações diplomáticas e comerciais com a Coreia do Norte, declarou nesta quarta-feira (29) a embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, ameaçando destruir completamente o regime norte-coreano "em caso de guerra".

Com o novo lançamento de um míssil balístico intercontinental, a Coreia do Norte "escolheu a agressão" ao invés de um processo pacífico.

"O comportamento da Coreia do Norte é cada vez mais intolerável", advertiu a diplomata, durante uma reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU sobre a situação norte-coreana.

Leia mais: 


Ainda segundo Haley, o presidente americano, Donald Trump, pediu ao seu contraparte chinês, Xi Jinping, cortar todo abastecimento de petróleo à Coreia do Norte.

A última resolução de sanções das Nações Unidas, em setembro, tinha imposto limitações ao fornecimento de petróleo à Coreia do Norte, mas Pyongyang segue "obtendo produtos derivados do petróleo, graças às transferências de barco a barco no mar", disse a embaixadora, durante a reunião de emergência do Conselho de Segurança da ONU.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos