Israelense morre apunhalado em 'ataque terrorista' no sul de Israel

Jerusalém, 30 Nov 2017 (AFP) - Um israelense de cerca de 20 anos morreu esfaqueado nesta quinta-feira (30) em um ataque na cidade de Arad, no sul de Israel, no qual os agressores fugiram, anunciou a polícia.

"Não há dúvida sobre o caráter terrorista do ataque", que ocorreu em uma rua adjacente a um shopping, disse à AFP o porta-voz da polícia Micky Rosenfeld.

O porta-voz informou que neste momento não pode dar mais detalhes sobre a identidade da vítima e que a polícia buscava ativamente a seu ou seus agressores.

Antes, um palestino morreu pelos disparos de um colono israelense na Cisjordânia. O exército israelense indicou que o colono havia disparado para defender um grupo de israelenses atacados com pedras por palestinos.

Israel, Jerusalém e os Territórios Palestinos continuam envolvidos em violência embora ela tenha se tornado mais esporádica.

Esta violência matou pelo menos 309 palestinos ou árabes -israelenses, 52 israelenses, e sete estrangeiros desde 1 de outubro de 2015, segundo um cálculo da AFP.

A maioria dos palestinos mortos são autores ou supostos autores de ataques.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos