Bósnio-croata Praljak morreu de ataque cardíaco causado por cianureto

Haia, 1 dez 2017 (AFP) - O militar bósnio-croata Slobodan Praljak, que se suicidou na quarta-feira (29) diante dos juízes do Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia (TPII) em Haia, morreu de um ataque cardíaco provocado por cianureto, anunciou nesta sexta-feira a Promotoria holandesa.

"Os resultados preliminares das análises toxicológicas mostraram que Praljak tinha uma grande concentração de cianureto no sangue", explicou a Promotoria em comunicado.

"Isso provocou uma insuficiência cardíaca, o que se observa como possível causa de sua morte".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos