Tillerson: rumores de que Trump quer sua demissão são ridículos

Washington, 1 dez 2017 (AFP) - O secretário de Estado americano Rex Tillerson deu pouca importância aos rumores de que o presidente Donald Trump quer sua demissão.

Indagado pelos jornalistas se a informação vazada tem o objetivo de reforçar sua renúncia, o diplomata respondeu: "É ridículo".

Trump, no entanto, evitou na véspera dar seu apoio explícito ao secretário de Estado. A Casa Branca afirmou, no entanto, que ele continua em seu cargo.

Em um dia marcado por uma avalanche de boatos sobre a saída de Tillerson para ser substituído pelo diretor da CIA, Mike Pompeo, Trump se limitou a comentar que seu secretário de Estado se encontrava na Casa Branca, sem dar detalhes.

A imprensa circulou versões nesta quinta, apoiada em fontes anônimas da Casa Branca, sobre a saída iminente de Tillerson.

Segundo essas fontes, a equipe de Trump já teria decidido que para substituir Pompeo à frente da CIA convidaria o senador ultraconservador e condecorado militar reformado Tom Cotton.

Mas esta não é a primeira vez que Tillerson está no meio de rumores sobre sua saída do cargo.

Em outubro, quando falavam sobre uma possível partida, o chefe da diplomacia americana deu uma coletiva para afirmar que "nunca me passou pela cabeça considerar a possibilidade de sair".

O esfriamento das relações entre Trump e Tillerson, milionário ex-diretor da gigante petroleira ExxonMobil, já se tornou um assunto evidente que o governo não consegue esconder.

Junto com as diferenças públicas sobre as relações entre Estados Unidos e Irã, o núcleo mais grave de divergências está no tratamento da crise com a Coreia do Norte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos