Somália: atentado de 14 de outubro deixou 512 mortos

Mogadíscio, 2 dez 2017 (AFP) - O atentado com um caminhão-bomba de 14 de outubro passado em Mogadíscio deixou 512 mortos - anunciou neste sábado (2) um comitê de operações de emergência na Somália, atualizando o balanço anterior de 358 mortos.

Nenhum movimento assumiu a autoria do atentado, mas as autoridades atribuem o ataque ao Al-Shabab, um grupo extremista somali afiliado à Al-Qaeda.

O número de pessoas afetadas pelo atentado é "de 869 e, desses, 512 morreram, e 295 estão feridas. Há outras 70 pessoas que não sabemos se morreram, ou estão desaparecidas", declarou neste sábado à AFP o presidente do Comitê de Operações de Emergência na Somália, Abdulahi Mohamed Shirwac.

Al-Shabab controla zonas rurais no país e costuma cometer ataques contra hotéis e restaurantes da capital.

nur-tmc/sba/stb/erl/ra/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos