Iêmen: secretário-geral da ONU exorta a deter ataques aéreos e terrestres

Nações Unidas, Estados Unidos, 3 dez 2017 (AFP) - O secretário-geral da ONU, António Guterres, exortou "todas as partes em conflito" no Iêmen "a deter todos os ataques aéreos e terrestres", indicou neste domingo em um comunicado seu porta-voz, Stephane Dujarric.

Guterres está "profundamente preocupado" com o recrudescimento dos confrontos e ataques aéreos em Sanaa e em outras regiões do Iêmen registrados nos últimos dias, acrescentou o porta-voz.

"Os combates causaram dezenas de mortos e centenas de feridos, entre eles civis", acrescentou.

Esses confrontos impedem a evacuação de feridos e que a população saia para comprar alimentos e produtos de primeira necessidade, lamentou Dujarric.

"Esta nova explosão de violência não podia surgir em um momento pior para o povo iemenita, que já enfrenta a maior crise humanitária do mundo", indicou o porta-voz, observando que o bloqueio imposto ao país pela coalizão liderada pela Arábia Saudita continua vigente apesar das demandas da ONU.

O conflito no Iêmen, que deixou mais de 8.750 mortos desde a intervenção da coalizão, despertou a velha rivalidade entre a Arábia Saudita, sunita, e o Irã xiita no Oriente Médio.

Combates entre partidários do ex-presidente Ali Abdallah Saleh e xiitas huthis deixaram ao menos 60 mortos e feridos em ambos os lados desde quinta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos