Macri fará pronunciamento sobre tragédia do submarino

Buenos Aires, 3 dez 2017 (AFP) - O presidente da Argentina, Mauricio Macri, fará um pronunciamento em rede nacional e decretará três dias de luto no país pelo desaparecimento do submarino "ARA San Juan" e de seus 44 tripulantes no Atlântico Sul - informou o jornal "Clarín" neste domingo, citando um ministro.

Já o porta-voz da Marinha de Guerra, Enrique Balbi, disse ao jornal que a corporação explora indícios a 700 e a 950 metros de profundidade, depois de descartar no sábado que uma estrutura com dimensões parecidas com as do submarino encontrada a 477 metros de profundidade fosse o "ARA San Juan".

Ontem, o mesmo porta-voz afirmou que "o ambiente extremo, o tempo transcorrido (18 dias) e a falta de qualquer evidência impedem sustentar um cenário compatível com a vida humana".

O último contato do submarino foi em 15 de novembro, às 7h30 (8h30, horário de Brasília), quando navegava pelo Atlântico Sul, a 450 quilômetros da costa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos