Papa espera que Honduras supere 'de forma pacífica' sua crise política

Cidade do Vaticano, 3 dez 2017 (AFP) - O papa Francisco manifestou neste domingo (3) sua esperança de que Honduras "possa superar de maneira pacífica" a crise que vive desde a eleição no domingo passado, em meio às acusações de fraude por parte da oposição e da onda de violência que tomou o país.

"Em minhas orações também me recordo especialmente do povo de Honduras para que possa superar de forma pacífica o atual momento de dificuldade", disse o pontífice argentino durante a oração do Ângelus, após sua viagem a Mianmar e a Bangladesh.

Nesta semana, Honduras se viu mergulhada em um caos de protestos nas ruas, confrontos e saques, à espera do resultado oficial da eleição disputada entre o presidente em final de mandato, Juan Orlando Hernández, e o candidato da esquerdista Aliança de Oposição contra a Ditadura, o apresentador de televisão Salvador Nasralla, que denuncia fraude.

Com 94,31% dos votos apurados, Hernández lidera a contagem com 42,92% dos votos contra os 41,42% de Nasralla.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos