Coalizão árabe pede a civis do Iêmen que se afastem de zonas rebeldes

Riad, Arábia Saudita, 4 dez 2017 (AFP) - A coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita pediu aos civis de Sanaa, a capital do Iêmen, que se afastem das zonas rebeldes, informou nesta segunda-feira o canal de televisão saudita Al-Ekhbariya.

Os civis devem permanecer a mais de 500 metros das zonas controladas pelos rebeldes huthis apoiados pelo Irã, informou o canal de televisão.

A informação pode significar que a coalizão se prepara para intensificar os ataques aéreos em Sanaa, controlada pelos rebeldes há três anos.

Pouco antes, o presidente iemenita, Abd Rabbo Mansur Hadi, ordenou a suas tropas a reconquistar da capital.

O anúncio aconteceu após a ruptura da aliança entre os huthis e os partidários do ex-presidente Ali Abdallah Saleh, que desde quarta-feira se enfrentam violentamente em Sanaa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos