Liga Árabe adverte contra 'perigosa' decisão de Trump sobre Jerusalém

Cairo, 5 dez 2017 (AFP) - O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Abul Gheit, considerou "perigosa" nesta terça-feira uma possível decisão de Donald Trump trasladar a embaixada dos Estados Unidos para Jerusalém, que consagraria a cidade santa como capital de Israel.

Abul Gheit declarou aos membros deste fórum pan-árabe que a reunião convocada nesta terça-feira se devia "ao perigo desta questão, se isso ocorresse, e às possíveis consequências negativas não somente para a situação Palestina como também na região árabe e islâmica".

O chefe da organização pan-árabe estimou que um eventual traslado da embaixada americana representa uma "ameaça à estabilidade regional".

"Esta decisão colocaria fim ao papel dos Estados Unidos como mediador de confiança entre palestinos e as forças (israelenses) de ocupação", acrescentou.

Na segunda-feira à noite o presidente americano Donald Trump decidiu postergar a tomada de uma decisão sobre o eventual traslado da embaixada em Israel de Tel Aviv a Jerusalém.

Um porta-voz da Casa Branca, Hogan Gidley, afirmou que a decisão do presidente não é "uma questão de 'sim', mas uma questão de 'quando'".

Trump deve decidir se renova, como fizeram a cada seis meses todos os seus antecessores e o mesmo aconteceu em junho, uma cláusula derrogatória à lei que decidiu em 1995 instalar a embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém.

mam-se/emp/nbz/pa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos