Visita de Milo Yiannopoulos à Austrália provoca confrontos

Sydney, 5 dez 2017 (AFP) - A visita do ultraconservador britânico Milo Yiannopoulos à Austrália provocou manifestações violentas nesta segunda-feira em Melbourne.

O ex-editor do polêmico site Breitbart News realiza um giro pela Austrália chamado de "The Troll Academy".

Manifestantes contrários e favoráveis a Yiannopoulos se enfrentaram diante do local onde ele realizava uma conferência em Melbourne, o que exigiu a intervenção da polícia.

A TV local divulgou imagens da polícia tratando de separar os dois lados, que se enfrentaram lançando paus e pedras. Os policiais recorreram ao gás de pimenta.

Cinco policiais ficaram levemente feridos e dois manifestantes foram detidos.

Stephen Leane, vice-comissário da polícia do Estado de Victoria, atribuiu a violência aos manifestantes de esquerda, contrários a Yiannopoulos.

Yiannopoulos, grande admirador do presidente americano, Donald Trump, e paladino do nacionalismo branco nos Estados Unidos, se demitiu do cargo de editor do Breitbart em fevereiro passado, após declarações nas quais parecia justificar a pedofilia.

Denunciado por seus detratores como racista e misógino, Yiannopoulos é homossexual declarado e se apresenta como um cruzado da liberdade de expressão e inimigo do "politicamente correto" sob todas as suas formas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos