Presidente disposto a aceitar revisão total de eleição em Honduras

Tegucigalpa, 6 dez 2017 (AFP) - O presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, afirmou nesta terça-feira estar disposto a aceitar uma revisão total do processo eleitoral de 26 de novembro passado, como exige a oposição de esquerda, que suspeita de fraude nas apurações.

"Estamos abertos à recontagem, que se revise, uma, duas, três vezes. Não há qualquer problema", afirmou Hernández na sede do Partido Nacional, após a Aliança de Oposição Contra a Ditadura exigir do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) a recontagem total dos votos.

"Falam (a oposição) de 5 mil (atas), falam de mais, de menos, não há qualquer problema, mas tudo deve ocorrer sob os procedimentos previsto pela lei e seu devido processo. Os mais interessados em que isto seja transparente somos nós", declarou Hernández na sede do Partido Nacional, em Tegucigalpa.

Com 100% das urnas apuradas, Hernández aparece com 42,98% dos votos, contra 41,38% para o candidado da oposição, Salvador Nasralla, segundo o TSE.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos