Reino Unido preocupado com planos de Trump de reconhecer Jerusalém como capital

Bruxelas, 6 dez 2017 (AFP) - O Reino Unido está preocupado com a intenção do presidente americano Donald Trump de reconhecer nesta quarta-feira Jerusalém como a capital de Israel, informou o ministro britânico das Relaciones Exteriores Boris Johnson, em Bruxelas.

"Seguimos com preocupação as informações que ouvimos porque pensamos que Jerusalém deveria, evidentemente, ser parte de uma solução definitiva (ao conflito) entre israelenses e palestinos, uma solução negociada", afirmou Johnson antes de uma reunião da Otan.

"Nós não temos a intenção de transferir nossa embaixada", afirmou o ministro britânico.

Trump pretende ordenar o início dos preparativos para uma mudança, no futuro, da embaixada dos Estados Unidos de Tel Aviv a Jerusalém.

Trump anunciará sua decisão às 18H00 GMT (16H00 Brasília), quando "dirá que o governo dos Estados Unidos reconhece Jerusalém como capital de Israel", revelou um alto funcionário do governo americano, que pediu para não ser identificado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos