Polícia dinamarquesa detém sírio que planejou atentado

Estocolmo, 22 dez 2017 (AFP) - Forças de segurança dinamarquesas anunciaram nesta sexta-feira (22) a detenção de um refugiado sírio, procedente da Suécia, que planejou "cometer um ato terrorista" em Copenhague.

A Polícia da capital dinamarquesa deteve na quinta-feira o suspeito 30 anos, com a ajuda dos serviços de Inteligência nacionais, por um ataque frustrado, que tinha planejado com um cúmplice de 21 anos, em novembro de 2016.

"O homem é acusado de tentativa de terrorismo por ter planejado, junto com outro indivíduo detido na Alemanha, matar ou ferir várias pessoas de forma indiscriminada em um local não identificado de Copenhague", indicou a Polícia em um comunicado.

Os dois suspeitos queriam atacar as pessoas com facas e detonar vários explosivos, um plano que fracassou quando teve negado a entrada à Dinamarca o cúmplice e foi detido pela polícia alemã, explicou a Polícia.

Um tribunal alemão condenou em julho o homem de 21 anos, descrito como um refugiado sírio pela mídia alemã, por tentativa de ataque. Quando a Polícia o deteve supostamente levava consigo 17.000 fósforos, duas facas de cozinha e seis walkie-talkies.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos