PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Itália adota orçamento para 2018 e abre caminho a legislativas

23/12/2017 10h31

Roma, 23 dez 2017 (AFP) - O Senado italiano aprovou, neste sábado (23), o orçamento de 2018 do país, considerado o último ato importante da atual legislatura, preparando o caminho para a dissolução do Parlamento e para organização de eleições legislativas.

Os senadores aprovaram na terceira e última leitura, em um voto de confiança, por 140 'sim' e 94 'não', um orçamento destinado a consolidar o crescimento e reduzir a dívida pública, mas sem aumentar os impostos.

"Um impulso para o crescimento (...) A Itália merece a confiança", escreveu no Twitter o chefe de Governo Paolo Gentiloni.

A adoção do orçamento era importante para garantir a estabilidade do país nos próximos 12 meses e agora a legislatura parece ter completado o que estava ao seu alcance, preparando o caminho para a dissolução do Parlamento e a convocação de eleições parlamentares.

Na quinta-feira, Gentiloni fará um balanço de seu governo em um discurso de final de ano.

No mesmo dia, ou na sexta-feira, de acordo com a imprensa italiana, o presidente da República Sergio Mattarella assinará o decreto de dissolução do Parlamento.

Isso abrirá o caminho para eleições legislativas, previstas para entre 45 e 70 dias após a dissolução. Todos os partidos políticos esperam a data de 4 de março.

Gentiloni e seu executivo não serão destituídos, e continuarão gerenciando os assuntos correntes até que um novo governo seja formado.

Entretanto, este período provisório provavelmente durará muito tempo, dada a fragmentação da cena política italiana em que três campos se opõem, mas onde nenhum dos três parece, de imediato, conseguir uma maioria parlamentar garantindo um governo estável.

Internacional