PUBLICIDADE
Topo

Internacional

EUA elogia redução do orçamento da ONU

25/12/2017 14h40

Nações Unidas, Estados Unidos, 25 dez 2017 (AFP) - Os Estados Unidos aplaudiram o corte de 285 milhões de dólares no orçamento básico das Nações Unidas (ONU), afirmando ser "um grande passo na direção certa".

A Assembleia Geral aprovou um orçamento de 5,3 bilhões de dólares para o ano fiscal 2018-2019, pouco abaixo dos 5,4 bilhões solicitados pelo secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres.

Os Estados Unidos são os maiores contribuintes para o orçamento da ONU, fornecendo 22% do orçamento básico.

A embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, declarou em um comunicado que a "ineficiência e gastos excessivos" da organização eram "bem conhecidos".

Haley afirmou que as negociações orçamentárias permitiram cortes e reduções financeiras nas "funções excessivas de gerenciamento e suporte".

"Esta redução histórica de custos - juntamente com muitos outros movimentos para tornar a ONU mais eficiente e responsável - é um grande passo na direção certa", acrescentou.

O orçamento operacional da ONU é separado do orçamento para operações de paz, que foi cortado este ano em 600 milhões de dólares pela administração do presidente Donald Trump.

A proposta de orçamento da Guterres era de 200 milhões de dólares a menos do que o biênio 2016-2017.

Durante uma reunião à margem da Assembleia Geral anual da ONU em setembro, Trump advertiu que a ONU não alcançava seu "potencial total devido à burocracia e à má administração".

Na semana passada, Trump ameaçou cortar os fundos para os países que apoiassem a resolução da ONU rejeitando a decisão americana de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

Internacional