Libéria tem segundo turno presidencial

Monróvia, 26 dez 2017 (AFP) - Um dia após um Natal mais sóbrio que o habitual, os liberianos comparecem às urnas nesta terça-feira para escolher o sucessor de Ellen Johnson-Sirleaf, em um segundo turno presidencial disputado entre o ex-jogador de futebol George Weah e o vice-presidente Joseph Boaki.

O segundo turno para designar o sucessor de Johnson-Sirleaf, a primeira mulher eleita chefe de Estado na África, deveria ter acontecido em 7 de novembro, mas a votação foi suspensa pela Corte Suprema depois do recurso apresentado pelo candidato que ficou em terceiro lugar.

Quase 2,1 milhões de eleitores estão registrados para votar nesta terça-feira.

No primeiro turno, organizado em 10 de outubro, Weah, 51 anos, recebeu 38,4% dos votos e Boakai, 73 anos, 28,8%.

Após os recursos judiciais, a data do segundo turno não foi bem recebida por muitas pessoas, já que afetou a celebração do Natal.

George Weah, ex-astro do PSG e do Milan na década de 1990, é o favorito por ter recebido mais votos no primeiro turno e ter sido o mais votado em 11 das 15 províncias do país.

A presidente Ellen Johnson-Sirleaf deixará o poder em janeiro, após dois mandatos e 12 anos de governo. Ela trabalhou para reconstruir o país depois da guerra civil (1989-2003) e supervisionou a resposta à crise do vírus Ebola (2014-16).

Sirleaf, prêmio Nobel da Paz em 2011, não poderia mais disputar a presidência após dois mandatos.

zd-siu/jh/mf/an

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos