Número de refugiados sírios no Líbano cai para menos de um milhão

Beirute, 26 dez 2017 (AFP) - O número de refugiados sírios registrados no Líbano caiu para menos de um milhão pela primeira vez desde 2014, informou nesta terça-feira uma porta-voz das Nações Unidas.

No final de novembro, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) registrou 997.905 refugiados sírios no Líbano, em sua grande maioria mulheres e crianças.

"Este número atingiu um milhão em abril de 2014, e esta é a primeira vez que cai abaixo desse limite", afirmou Lisa Abou Khaled, porta-voz do Acnur.

O órgão da ONU atualiza seus números trimestralmente para avaliar as necessidades dos refugiados registrados no Líbano.

De acordo com Khaled, este número está diminuindo porque os refugiados estão indo para países terceiros, mas também retornando à Síria.

De 2011 a setembro de 2017, quase 49 mil sírios deixaram o Líbano como parte do programa de reinstalação da ONU em países terceiros.

Outros deixaram o Líbano por conta própria, fazendo a perigosa jornada no mar para entrar ilegalmente na Europa.

"Não podemos confirmar quantos retornaram à Síria. Eles não nos dizem, mas sabemos que houve alguns milhares em 2017", indicou Khaled.

Em dezembro de 2016, o número de refugiados sírios era 1.011.366.

Durante os primeiros seis anos de 2017, caiu em 10.315, depois em mais de 3.000 entre junho e o final de novembro.

Desde 2011, a guerra forçou mais de cinco milhões de sírios a se refugiar em países vizinhos, como a Turquia, o Líbano e a Jordânia.

Mais da metade dos sírios registrados no Líbano vivem em extrema pobreza, em acampamentos informais ou em edifícios em ruínas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos