Onda de frio extremo sem precedentes atinge Canadá e norte dos EUA

Em Ottawa, Canadá

  • Robert Frank/Reuters

    Homem tenta remover neve da calçada depois de dois dias de neve em Erie, Pensilvânia

    Homem tenta remover neve da calçada depois de dois dias de neve em Erie, Pensilvânia

Um homem sem lar morreu congelado em um ponto de ônibus em Ohio, um dos estados atingidos pela onda de frio sem precedentes, tanto por seu alcance como por sua duração, que atinge o Canadá e o norte dos Estados Unidos.

A morte ocorreu no centro de Cincinnati, informaram nesta quarta-feira (27) meios de comunicação locais que citam a Polícia e uma organização beneficente para pessoas em situação de rua.

"Jamais conheci um frio que se instalasse por tanto tempo em uma extensão tão grande", confirmou à AFP o meteorologista da agência federal Environnement Canada, Alexandre Parent.

Segundo Parent, neste país não se trata tanto das temperaturas e do esfriamento causado pelo vento, que estão batendo recordes e poderiam alcançar até -50ºC no norte de Ontário (centro), mas da extensão da onda de frio e sua duração.

Nesse contexto, a agência federal lançou advertências em algumas províncias contra esta onda de frio extremo vinculada a uma corrente de ar ártico. "Estamos entre 10 e 20 graus Celsius abaixo do que é habitual nesta estação", assinalou Parent.

Nos Estados Unidos, foram registradas temperaturas baixíssimas em Duluth, Minnesota (-37,7ºC), e Minot, Dakota do Norte (-29ºC).

Uma tempestade provocou um recorde de quase 1,5 metro de neve em 48 horas na cidade de Erie, na Pensilvânia, obrigando os funcionários a declarar estado de emergência.

O governador da Pensilvânia, Tom Wolf, anunciou que a Guarda Nacional estava "fornecendo veículos militares off road de alto rendimento para ajudar as agências locais com a emergência médica e a resposta da Polícia".

Segundo dados do Serviço Meteorológico Nacional, os 86 centímetros de neve que caíram em 25 de dezembro foram a marca mais alta já registrada na cidade, batendo um recorde de 1956.

Também foram registradas temperaturas inusualmente baixas nos estados do Atlântico Norte.

Em Nova York, as autoridades meteorológicas disseram que haverá temperaturas entre -12,7ºC e -6,6ºC até sábado, algo "muito abaixo do normal".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos