Veja os atentados reivindicados pelo Estado Ilsâmico no Afeganistão

Cabul, 28 dez 2017 (AFP) - Quarenta e uma pessoas morreram e 84 ficaram feridas nesta quinta-feira em um atentado contra a comunidade xiita de Cabul, um ataque reivindicado pelo grupo Estado Islâmico (EI).

O grupo, que chegou em 2015 à região, intensificou sua ação no Afeganistão, especialmente em Cabul, fazendo dessa cidade uma das mais mortíferas para os civis nesse país, segundo a ONU.

A seguir, os principais ataques realizados pelo EI desde seu primeiro atentado em Cabul, em julho de 2016:

2016- 23 de julho: uma dupla explosão deixou 85 mortos e mais de 400 feridos em Cabul em uma multidão de hazaras, a única etnia xiita do Afeganistão. É o primeiro ataque reivindicado pelo EI na capital afegã.

- 12 de outubro: ataque contra um mausoléu deixa 18 feridos durante a Ashura, uma das principais festas xiitas.

- 21 de novembro: um atentado em uma mesquita xiita mata 27 pessoas e fere 64.

2017- 8 de março: homens vestidos como médicos atacam o maior hospital militar do país. O ataque deixa oficialmente 50 mortos.

- 12 de abril: cinco mortos quando um homem-bomba se detona perto do ministério da Defesa.

- 3 de maio: ataque contra comboio da Otan perto da embaixada americana deixa oito mortos.

- 15 de junho: atentado em mesquita xiita deixa quatro mortos.

- 25 de agosto: vários homens armados com explosivos e facas invadem em plena oração de sexta uma mesquita xiita, matando 28 pessoas.

- 29 de setembro: um atentado suicida deixa seis mortos diante uma mesquita xiita do centro da cidade, na véspera da Ashura.

- 20 de outubro: atentado contra mesquita xilita do Imã Zaman deixa 56 mortos, surpreendidos durante a oração da tarde. O camicase abriu fogo contra a multidão antes de acionar sua colete de explosivos.

- 31 de outubro: adolescente se explode na "zona verde" na hora do fechamento dos escritórios, deixando cinco mortos. O provável objetivo era um escritório do ministério da Defesa.

- 7 de novembro: um comando de homens disfarçados de policiais ataca a sede da cadeia Shamshad TV, matando uma pessoa.

- 16 de novembro: dez pessoas morrem quando um camicase se detona no lado de fora de um salão de casamentos onde era realizado um encontro político.

- 25 de dezembro: seis civis morrem em um atentado suicida perto do escritório dos Serviços de Inteligência afegãos (NDS).

- 28 dezembro: 41 pessoas morrem em atentado contra um centro cultural xiita de Cabul.

mmg-bur/jf/lch/jvb/es/cn

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos