Rajoy: 'é absurdo Puigdemont querer governar Catalunha do exterior'

Madri, 29 dez 2017 (AFP) - O chefe de governo espanhol, Mariano Rajoy, considerou "absurdo", nesta sexta-feira (29), que o presidente catalão destituído, Carles Puigdemont, pretenda recuperar seu cargo e exercê-lo estando na Bélgica.

Se voltar para a Espanha, Puigdemont pode ser detido por pendências com a Justiça.

"É absurdo querer ser presidente de uma comunidade, vivendo no exterior, e muito mais absurdo ainda é querer exercer a Presidência de uma comunidade, estando no exterior", criticou Rajoy, em entrevista coletiva uma semana depois das eleições que renovaram a maioria absoluta separatista na Catalunha.

bur-dbh/pmr/age/tt

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos