Corrente do partido de Netanyahu se pronuncia a favor da anexação da Cisjordânia

Jerusalém, 31 dez 2017 (AFP) - O comitê central do Likud, partido de direita do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, votou neste domingo uma resolução que pede a seus parlamentares que pressionem a favor da anexação da Cisjordânia, território palestino ocupado por Israel há 50 anos.

No texto, que não tem valor legal, os membros do comité central pedem "aos parlamentares do Likud que promovam a soberania israelense na Judeia e em Samaria" (nome bíblico da Cisjordânia).

Netanyahu se opõe à medida. O primeiro-ministro israelense enfrenta atualmente um avanço do grupo de pressão da colonização e dos membros de seu próprio governo, que são hostis à "solução de dois Estados" e favoráveis à anexação de setores da Cisjordânia ocupada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos