EUA: adolescente é acusado de matar sua família na véspera de Ano Novo

Nova York, 1 Jan 2018 (AFP) - Um adolescente de Nova Jersey, Estados Unidos, permanecia sob custódia policial nesta segunda-feira após ser acusado de atirar em sua família na véspera de Ano Novo com um rifle semiautomático, disseram as autoridades.

A polícia chegou a uma casa da cidade de Long Branch, 90 km ao sul de Nova York, às 23H43 locais de domingo em resposta a um aviso de tiros, e encontrou quatro pessoas mortas, informou o promotor do condado de Monmouth, Christopher Gramiccioni, em um comunicado.

As vítimas são o pai do suspeito, Steven Kologi, de 44 anos; a mãe, Linda Kologi, de 42; sua irmã, Brittany Kologi, de 18; e uma amiga da família, Mary Schultz, de 70.

O irmão e o avô do suspeito, cujo nome não foi revelado, conseguiram deixar a casa e não sofreram danos, afirmou Gramiccioni em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira, de acordo com a ABC News.

Os promotores não informaram de nenhum possível motivo para os assassinatos, que o menino de 16 anos teria cometido com um rifle semiautomático Century Arms.

O adolescente foi detido, e deve ser acusado como um adulto por quatro homicídios e posse de arma com propósito ilegal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos