EUA planeja aumentar sanções se Pyongyang disparar outro míssil

Nações Unidas, Estados Unidos, 2 Jan 2018 (AFP) - Os Estados Unidos estão dispostos a impor novas sanções internacionais à Coreia do Norte se o país realizar novos testes de mísseis, revelou nesta terça-feira a diplomata americana na ONU, Nikki Haley.

"Estamos escutando relatos de que a Coreia do Norte prepara outro teste de míssil, o que espero não aconteça. Mas se isto ocorrer, devemos adotar novas medidas contra o regime norte-coreano", declarou a diplomata.

"O mundo civilizado deve se manter unido e vigilante diante do desenvolvimento de um arsenal nuclear por este estado pária", disse a diplomata, acrescentando que os Estados Unidos jamais aceitarão "uma Coreia do Norte nuclear".

Em 2017, a ONU adotou três pacotes de sanções - por iniciativa dos Estados Unidos - contra Pyongyang, que afetaram principalmente os setores de petróleo, ferro, carvão, têxtil e pesqueiro.

Com estas sanções, o Conselho de Segurança espera convencer a Coreia do Norte e se sentar na mesa de negociações para discutir seus programas de armamento nuclear e convencional, considerados uma ameaça a todo o mundo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos