Fujimori permanece estável após 10 dias em hospital no Peru

Lima, 2 Jan 2018 (AFP) - O indultado ex-presidente peruano Alberto Fujimori permanecia nesta terça-feira (2) com a saúde estável e em repouso absoluto, ao completar 10 dias internado em um hospital de Lima após sofrer problemas cardíacos, informou seu médico pessoal.

"A saúde do presidente Fujimori está estável e se encontra tranquilo em repouso absoluto", disse Alejandro Aguinaga à imprensa do lado de fora da Clínica Centenário Peruano Japonesa, onde Fujimori foi internado em 23 de dezembro.

"Passou o Ano Novo tranquilo com visita restrita" na unidade semi-intensiva, acrescentou Aguinaga, médico do ex-chefe de Estado (1990-2000).

Na sexta-feira, havia comunicado que realizou em Fujimori uma "endoscopia digestiva e foram encontrados três mudanças importantes que estão ligadas aos problemas estomacais que ele vem passando".

Fujimori, de 79 anos, sofreu uma hipotensão e uma arritmia, pelas quais foi transferido da prisão para uma clínica. Ele cumpria uma condenação de 25 anos por corrupção e crimes contra a humanidade durante o seu governo.

Um dia depois de ser hospitalizado, o presidente Pedro Pablo Kuczynski lhe concedeu um polêmico indulto humanitário.

Os críticos alegam que a medida obedeceu a uma negociação política que permitiu a Kuczynski se salvar de ser destituído pelo Congresso em 21 de dezembro graças às abstenções de Kenji Fujimori, filho dol ex-presidente, e de outros nove legisladores fujimoristas.

Aguinaga disse nesta terça que assim que sair da clínica, Fujimori "deverá viver perto de um centro hospitalar devido à possibilidade de uma nova emergência".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos