Atentado deixa 14 mortos em mesquita na Nigéria

Kano, Nigéria, 3 Jan 2018 (AFP) - Um atentado, atribuído ao grupo extremista islamita Boko Haram, em uma mesquita na fronteira entre Nigéria e Camarões matou pelo menos 14 pessoas na manhã desta quarta-feira (3), informaram fontes concordantes.

Um homem se explodiu pouco antes da primeira oração da manhã entre os muçulmanos em uma mesquita em Gamboru (estado de Borno), segundo membros de milícias civis atuantes na região.

"Até o momento, 14 corpos foram retirados dos escombros da mesquita, no bairro de Unguwar Abuja, que foi totalmente destruída pela explosão", indicou Umar Kachalla, que combate o Boko Haram ao lado do Exército nigeriano.

"Somente o muezzin sobreviveu e acreditamos que há muitas mais vítimas sob os escombros", explicou.

Gamboru, grande cidade comercial entre a Nigéria e Camarões, foi tomada pelo Boko Haram em agosto de 2014. Apesar da retomada da cidade em setembro de 2015 pelas forças nigerianas, com a ajuda do Exército do Chade, os combatentes do Boko Haram realizam ataques esporádicos nas aldeias e estradas vizinhas da região.

Na terça-feira, o líder histórico do grupo jihadista, Abubakar Shekau, transmitiu um vídeo reivindicando uma série de ataques cometidos em dezembro.

O presidente da Nigéria, Muhammadu Buhari, afirmou em seu discurso de Ano Novo que a Nigéria "acabou com Boko Haram", mas o número de ataques e atentados contra postos militares aumentou acentuadamente nos últimos dois meses.

A insurgência, que arrasa o nordeste da Nigéria, já matou mais de 20 mil pessoas e deslocou outras 2,6 milhões desde 2009.

abu/spb/jhd /mr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos