Presidente do Equador confirma saída de vice por caso Odebrecht

Quito, 3 Jan 2018 (AFP) - O presidente do Equador, Lenin Moreno, confirmou nesta quarta-feira, que seu vice-presidente, Jorge Glas, perdeu o cargo à meia-noite de terça-feira diante da "ausência definitiva". Glas foi preso há três meses, por receber propina da construtora brasileira Odebrecht.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos