Topo

Advogado de Trump exige suspensão de publicação de livro polêmico

04/01/2018 15h03

Washington, 4 Jan 2018 (AFP) - Um advogado do presidente americano, Donald Trump, exigiu nesta quinta-feira (4) a suspensão da publicação e distribuição de um esperado livro sobre seu primeiro ano de governo, confirmou o escritório de advocacia que enviou a ação aos editores.

"O senhor Trump exige que seja interrompida e evitem qualquer publicação, divulgação, ou distribuição do livro" e, além disso, pede que os responsáveis publiquem "uma retratação plena e completa, bem como um pedido de desculpas", indicou o advogado de Trump em uma carta de 11 páginas.

Trata-se do livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House", que deveria chegar às livrarias na semana que vem e que mostra uma Casa Branca imersa em um caos permanente e em guerras internas por um espaço de poder.

O livro, que já circula nas redações em Washington, inclusive da AFP, se apoia em cerca de 200 entrevistas com funcionários oficiais.

A divulgação de trechos de seu conteúdo fez explodir um escândalo de incomuns proporções em Washington.

Na quarta-feira, a publicação provocou um rompimento público de Trump com seu ex-chefe de Estratégia na Casa Branca, o polêmico Steve Bannon, que renunciou ao seu cargo em agosto.

O autor do livro, Michael Wolff, publicou nesta quinta-feira um longo artigo na edição eletrônica do Hollywood Reporter, onde já no título deixa claro a sua opinião sobre o que poderá ser visto: "my year inside Trump's insane White House".

Por conta do escândalo, "Fire and Fury" já é o livro com maior volume de solicitações de compra antecipada no site da Amazon.