Inundações na República Democrática do Congo deixa 37 mortos

Kinshasa, 4 Jan 2018 (AFP) - Ao menos 37 pessoas morreram em inundações registradas em Kinshasa, em consequência das fortes chuvas que caíram na madrugada desta quinta-feira (4), segundo autoridades da capital congolesa.

"Não houve apenas chuvas, mas também deslizamentos de terra e o desabamento de algumas casas", declarou nesta quinta-feira à AFP o ministro regional de Assuntos Sociais, Dominique Weloli, que mencionou, ainda, que entre as vítimas estavam "duas ou três crianças afogadas".

Segundo a rádio da ONU, Okapi, cinco crianças de uma mesma família morreram afogadas em casa, onde dormiam sozinhas.

As chuvas foram intensas especialmente nos distritos de Ngaliema (13 mortos) e Selembao (9 mortos), informou o ministro.

"Recuperamos os corpos", acrescentou.

Por causa das chuvas, cederam os diques no bairro de Manenga, noticiou o site Actualité.cd.

Estima-se que vivam em Kinshasa 10 milhões de pessoas, a imensa maioria em bairros com condições precárias de alojamento, assim como de transportes, eletricidade ou água corrente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos