Mais da metade dos deslocados no Iraque voltam para casa

Bagdá, 4 Jan 2018 (AFP) - Pela primeira vez desde a entrada do grupo Estado Islâmico (EI) no Iraque, em 2014, o número de pessoas que voltaram para suas casas superou o de deslocados, informou a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

No final de dezembro, 3,22 milhões de deslocados voltara para casa enquanto que 2,6 milhões de pessoas continuavam deslocadas.

Esta inversão de tendência acontece depois que Bagdá proclamou a vitória sobre a organização jihadista, expulsa de todos os centros urbanos.

O EI ocupou em 2014 um terço do território do Iraque e ameaçou, inclusive, sua existência, antes que as forças iraquianas lançaram uma longa e sangrenta contraofensiva.

Cerca de um terço das pessoas que voltaram para a casa afirma ter encontra seu lar em grande parte ou totalmente destruído, e 60% relataram alguns danos.

Além disso, as infraestruturas ficaram afetadas pela violência e em bairros e localidades inteiras os habitantes não têm água ou eletricidade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos